Relato do meu Parto Cesaria

sábado, dezembro 12, 2015


Oi gente!! Depois de 5 dias de vida do meu pequeno, estou aqui pra contar como foi meu parto. Em abril descobri a gravidez, fiquei muito assustada (desesperada) porque não planejava isso tão cedo e enfim, já contei pra vocês um pouco de como foi minha gestação e toda essa fase. Eu moro na baixada do Rio de Janeiro mas fiz todo meu pré natal em Cachoeiras de Macacu porque minha mãe mora lá e teve filho a pouco tempo (Sim, tenho um irmãozinho de 1 aninho <3) e fez todo seu pré natal e parto lá, então por isso escolhi fazer no mesmo lugar que ela e também pra te-la sempre por perto me ajudando, porque mãe é mãe né! Com 36 semanas peguei minha licença maternidade e me afastei do trabalho pra ir pra Cachoeiras e ficar até o bebe nascer. No decorrer das últimas  consultas foi visto que o Nicolas estava muito em cima, não encaixava, eu não sentia nada de contrações e tudo mais. Fui indicada a fazer a Cesariana. Eu tinha preferência  a parto normal mas, na minha família todas as mulheres tentam Parto Normal ficam até  o último  minuto tentando e por não ter dilatação acabam tento que fazer a cesária e no fim, sentindo a dor dos dois tipo de partos. Sei que isso pode não influenciar nada no meu caso, mas fiquei com medo de qualquer forma e acabei ficando aliviada quando soube que ia ter que fazer a Cesaria mesmo. E ai que começa a novela.


O meu médico  do pré natal me falou que a partir do dia 25 de novembro eu já poderia fazer o parto que o bebe já estava maduro. Esperei um pouco mais e fui ao hospital no dia 30 de novembro na esperança de fazer, quando fui falar com o médico  do hospital ele disse que não ia fazer no dia, que eu tinha que esperar mais, OK! Fui novamente ao hospital no dia 3 de dezembro com a minha mala e a bolsa do bebê fiquei de dieta zero e já estava preparada, toda ansiedade do mundo estava em mim. Chegando lá o medico não quis fazer de novo e disse que só faria no dia 6, que não faria antes disso porque nas contas dele dava uma coisa diferente que a minha e a do meu medico e blablabla. Chorei horrores. É muito ruim quando você cria toda uma expectativa, se prepara pra nada, e como gravida é sensível e no final da gestação eu fiquei e muito, chorei mesmo. Sem ter o que fazer, esperei até o dia 6. De novo todo aquele ritual. Levar as bolsas, ficar de dieta zero, ir ao hospital. Chegando lá, não tinha erro né, já estava tudo marcado. Passei pelo medico e ele me encaminhou a sala de pré parto. Lá a enfermeira me colocou no soro, recolheu meu sangue e me deu a camisola pra por. Fiquei esperando um tempo até que o medico veio me falar que já  estavam preparando a sala de cirurgia e que eu já podia ligar pra minha acompanhante pra ir pro hospital pra ficar com as minhas coisas e enquanto tudo ocorria. Liguei pra minha mãe, avisei meu namorado, os dois foram correndo e ficaram esperando lá fora. Percebi que demorava quando a enfermeira veio até mim me avisar que ia me liberar pra sair da dieta porque tinha acabado de chegar na emergência um cara baleado em estado muito grave e no dia o unico cirurgião que tinha no hospital era o que ia fazer minha cesária. QUEM É BALEADO EM CACHOEIRAS DE MACACU??? Cidade mais calma e tranquila que ja vi, aqui só acontece esse tipo de coisa quando mechem com a mulher dos outros, mas enfim. Tive que esperar, e esperei, e esperei... Até que o médico veio falar comigo de novo me avisado que só iria fazer no dia seguinte porque o cara estava muito grave e tal. Pedi pra voltar pra casa (porque ninguém merece ter que ficar no hospital) e disse que voltava no dia seguinte de manha. Frustada de novo, nunca vi ser tão difícil pra um bebe nascer. Dessa vez não chorei, apenas voltei pra casa e esperei mais, não tinha mais nada a fazer.

"If you're not inside me, I'll put my future in you" Small Bump - Ed Sheeran

Quando chegou no dia 7, lá estava eu de novo. Mas dessa vez não teve erro. Fui para o pré parto, fiquei no soro, todo aquele procedimento de novo. Quando deu meio dia o médico disse que já iam me chamar, não demorou muito veio a enfermeira pra m levar pra sala de cirurgia. Antes de ir pra tal sala você passa por uma salinha onde tira todo tipo de pertence com anéis, prendedor de cabelo, chinelo. Coloca uma touca e uns sapatinho de pano. Ai sim, cheguei na sala, era bem ampla com a maca no meio e todos aqueles equipamentos em volta. A sala era bem fria, eu sou bem friorenta mais nervosismo e ansiedade, imaginem só, comecei a tremer loucamente e não conseguia parar por nada. O anestesista veio, pediu pra eu ficar deitada de lado, uma outra mulher veio e me ajudou a ficar na posição certa e me segurou, ele me pediu para que eu parasse de tremer mas como?! Respirei fundo, eu tava com muito medo da anestesia, uma agulha gigante na sua coluna, mega legal. Mas acreditem, não doeu. Ele disse que ia ser uma dorzinha igual de tatuagem, garanto a vocês que meu coração no braço doeu mais que aquilo (thanks god!) Ai prenderam meu braço e colocaram aquele pano pra que eu não veja o procedimento. Juro, não demorou nada, pensei que eles tava fazendo qualquer coisa ainda, quando vejo o médico empurrando minha barriga (tava bem alta mesmo, Nicolas queria sair pela boca), logo depois ele disse nasceu e eu escutei aquele chorinho. Só vi um pacotinho com um pezinho aparecendo, levaram ele pra limpar e eu fiquei lá, desesperada pra ver meu pequeno, feliz por tudo ter dado certo com ele. Logo em seguida ele voltou todo enroladinho, só com o rostinho aparecendo e me olhando. Nessa hora, não existia mais nada, eu nem ligava que estava sendo costurada ainda ou que estava vomitando e passando mal. Só existia eu e ele, olhei aqueles olhinhos, aquele bebe que cresceu dentro de mim, que me chutava horrores, que me fez passar muito mal e que me fez a pessoa mais feliz do mundo. Tudo pelo o que eu passei passou a valer a pena naquela hora. Nada mais importava só ele, unicamente ele! Cai no choro com criança e levaram ele de novo. Quando acabou todo o procedimento me levaram pro quarto, ainda tremia muito (por efeito da anestesia dessa vez) e não sentia nada do peito pra baixo. Minha mãe já estava no quarto me esperando e logo depois veio meu namorado, nada no Nicolas vir. Minha mãe foi ver o que tinha acontecido e a enfermeira falou que só estava terminando de dar vacina e já ia leva-lo, que estava demorando um pouquinho porque outra gravida chegou lá gritando, em trabalho de parto tão intenso que não tinha dado tempo nem de ir pra sala e então estava tudo uma loucura (tudo acontece né, incrível). 

"Desde que meu pai morreu eu não consigo mais chorar nem me emocionar facilmente, mas hoje à tarde, quando a doutora chegou com esse carinha nos braços e me entregou, eu chorei e chorei como criança, pois eu estava segurando o meu filho que é tão pequeno e frágil e tem o mundo inteiro pra descobrir; o amor que eu senti segurando ele nos meus braços foi um dos sentimentos mais genuínos que eu já experimentei; Vou estar aqui quando você crescer, vou estar aqui pra te ensinar tudo oque eu não tive a oportunidade de aprender com o meu pai;
Dessa forma, me sentindo o Mufasa apresentando o Simba à todos os animais na Pedra do Reino, eu te apresento ao mundo Nícolas; Seja bem vindo filho!"
 (O que meu namorado postou no facebook assim que nossa baby nasceu)

Depois de uns minutinhos, chegou esse pacotinho. Meu namorado pegou ele no colo. Eu estava bem na cama ao lado sem poder falar ou me mexer. Olhei aquela cena e mais uma vez como o novo papai eu só conseguia chorar. É uma felicidade inescapável! Parece que a vida começa naquele momento. Que nada tinha sentido antes disso, que o mundo só começou a girar naquele momento. Era nosso filho, nosso bebezinho que tinha acabado de chegar ao mundo, e nós íamos cuidar e amar completamente esse novo pedacinho de gente. Naquele momento vi minha família formada, minha vida com um sentido e meus dois amores juntos. Foi sim, apesar de toda a dor de cabeça, dores e problemas o dia mais feliz da minha vida! 

"Dia 7 de dezembro as 13:14 com 51 cm e 3,610 kg chegou meu Nicolas, quietinho, amoroso, com a cara emburrada que me encheria de amor por resto da vida."

Eu sei que ficou enorme o post mas eu precisava contar cada detalhe desse dia tão especial pra mim, recebi varias mensagem positivas maravilhosas aqui então eu devia isso a vocês também. Obrigada por quem me acompanhou na gravidez, por todo o amor nos comentários, por todas as orações e vibrações positivas. 

Ps: Vou abrir uma nova categoria aqui no blog: Ser mãe. Onde vou deixar deixar separados todos os post relacionados a minha gravidez e futuros posts sobre essa nova aventura que vou me jogar. Peço desculpas pelo fato de que o blog fugiu um pouco do seu foco com essa mudança na minha vida, mas não tem como não compartilhar com vocês cada experiência que estou passando e vou passar. Prometo que o blog não vai se resumir a isso e os posts abordando outros assuntos vão voltar normalmente assim que eu me organizar. 

Espero que tenham gostado do começo da historia do meu pequeno. Beijos e até a próxima!







You Might Also Like

18 comentários

  1. Deus abençoe muito vc e esse bebê.
    Tenho apenas 12 anos,mas sei comoinha mãe sofreu também kkkkkk.
    Beijps fiquem com DEUS :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, não é mole não hahahaha Obrigada pequena <3

      Excluir
  2. Oie!
    Que história linda.
    Imagino como deva ser difícil descobrir que está grávida sem ter planejado. Mas graças a Deus deu tudo certo pra vocês e sua família é linda e completa rs!

    Saúde e felicidades pro neném e pra você!
    Beijos!
    http://www.blogdanielamello.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, foi uma loucura quando tudo começou, graças a Deus deu tudo certo! Muit obrigada sua lindaaa <3

      Excluir
  3. Cara que post perfeito! Que bebe que deu trabalho pra nascer ein! E que médico pirracento mds kkkk Desejo muita felicide pra vcs muita saude pra vc e para o Nicolas! Parabesns pra mais nova Mamae! 😍❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né? Maior novela pra esse pequeno nascer, hoje eu rio da historia, mas nos dias eu fiquei foi muito estressada. Agora tudo passou e valeu a pena haha. Muito obrigadaa <3

      Excluir
  4. ADOREI ENCONTRAR SEU BLOG. VOU FICAR HORAS VENDO SUAS FOTOS. ESTOU SUPER AFIM DE TER UM BB.... É SUPER BOM ENCONTRAR PESSOAS FALANDO DOS SEUS RELATOS SOBRE PARTO, E APROPOSITO SUA FILHINHA É MUITO LINDA. PARABÉNS!

    WWW.PEQUENACAMALEOA.COM

    ResponderExcluir
  5. CARA, EU TÔ É MUITO FELIZ! Sou uma chorona, taurina, emocional, hopeless romantic e professora. Não tem como não se apaixonar pelo Nicolas e tremer tanto quanto você durante a narrativa. Enfim, sua família é linda e tenho certeza de que você e Ed serão ótimos pais. Toda felicidade do mundo, viu?

    Beijinhos,
    Thais
    www.cadernoderisos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh que amooor, muito obrigada Thais. Tudo em dobro pra ti <3

      Excluir
  6. Sua linda!!! História linda demais. Nicolas é bênção! Deus os abençoe minha linda bjs

    ResponderExcluir
  7. Gente, meu Deus, que amor <3
    Muita Saúde para o seu pequeno Nicolas, ele é uma graça. Nem consigo imaginar a sua felidade e a do seu namorado com a chegada dele.
    Beijos!
    www.florigrafando.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmm, é uma felicidade inexplicável. Obrigada!!

      Excluir
  8. eu geralmente não tenho paciência para ler textos enormes, mas como se trata de bebê <3 quantos acontecimentos, em? mas o bom é que ele nasceu bem, e nos braços de alguém que o ama! que maravilhoso *-* muita saúde para vocês!

    http://sushibaiano.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mil tretas, o bom é que a gente ja tem bastante historia pra contar quando ele nascer *-* Obrigada <3

      Excluir
  9. Que linda história.!
    Você contou com uma riqueza de detalhes que fiquei curiosa em saber tudo li até o final .
    Sou mãe também, e passei um grande perrengue no meu parto e dividi também no blog é tão gostoso neh quando compartilhamos nossa alegria ! Parabéns pelo Nicolas ! Que deus abençoe vocês sempre voltarei outras vezes Beijão
    Www.blogdagra.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oie, meu sonho é ter a minha familia,casar com meu namorado e principalmente ter meu (ou minha ) bebe,apesar de ser mto medrosa e desmaiar td vez que vejo sangue sempre sonho com o momento do parto,deve ser tao especial ver o rostinho do seu bebezinho pela primeira vez neh? Tao indefeso.... amo crianças e bebes,acho que eles passam um sensaçao tao boa pra gente... seu filinho eh mto lindo,e lendo seu texto senti tanta vontade de chegar o meu momento, ter a emoçao de carregar a minha criança na barriga,e logo depois ver seu rostinho,cuidar e dar muito amor....

    ResponderExcluir
  11. Ah que lindo, parabéns!!!! Seu filho é muito lindinho!! Boa sorte, um filho é uma benção que só vem acompanhado de alegrias.
    Beijos, De*
    http://imaginebookshelf.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir